Conheça o Fliperama do Caine – Um Sonho Construído Por Um Menino!

Um garoto de 9 anos tinha o sonho de montar um fliperama próprio. Se aproveitando de caixas de papelão, brinquedos usados e o espaço da loja de seu pai, Caine montou seu próprio fliperama sozinho, recortando, colando e organizando tudo por conta própria – o fliperama do Caine.

Caine sempre gostou de fliperamas e jogos eletrônicos, e seu sonho sempre foi ser o dono de um e poder levar a diversão para outras pessoas. Foi com esse objetivo que, com 12 anos de idade, ele começou a criar seus próprios jogos e dar vida ao seu próprio fliperama.

Durante o verão, Caine usou as caixas de papelão que encontrou no fundo da loja de auto-peças de seu pai e fita adesiva para montar o seu próprio fliperama, com jogos e brincadeiras que garantem tickets e prêmios.

Quer saber mais sobre o fliperama do Caine? O Universo Maker te traz tudo o que você precisa saber sobre! Fique conosco até o final e boa leitura!

fliperama-do-caine

Fliperama do Caine

“Caine’s Arcade” – nome em inglês para o Fliperama do Caine – é o nome do documentário de 11 minutos publicado em 2012, que conta a história do garoto de 9 anos, Caine, que criou seu próprio fliperama com caixas de papelão e fita adesiva.

Durante o verão, Caine deu vida ao seu próprio fliperama, já que sempre sonhou em ser o dono de seu próprio arcade. Com este projeto, ele se apropriou de uma parte da loja de auto-peças de seu pai e criou seus próprios jogos.

Todos contavam com bilhetes que podiam ser trocados por prêmios, como em fliperamas grandes e usuais, para que tudo se parecesse ao máximo com um. Por isso, Caine possuía até mesmo um sistema de preços: 1 dólar dava direito a 4 jogadas, e por 2 dólares você adquire o “Fun Pass”.

O Fun Pass é um passe que te dá o direito a jogar 500 vezes. Caine criou um sistema de verificação destes passes, para que eles não ultrapassassem o número de jogadas! Tudo consistia em tirar a raiz quadrada do número de série.

Com tudo isso, Caine chamou a atenção de Nirvan, seu primeiro cliente. O homem se interessou pela iniciativa e criatividade de Caine, e decidiu divulgar o fliperama para que mais pessoas o conhecessem, além de gravar o documentário.

Com um evento no Facebook, Nirvan reuniu diversas pessoas para estimular e incentivar o garoto, que não tinha nenhum cliente. A partir de então, Caine e seu fliperama ganharam mais e mais atenção dos internautas.

Desde então, Caine e Nirvan têm sido convidados por diferentes universidades e eventos ao redor do mundo para contarem suas histórias. Caine já conta com um fundo estudantil para sua faculdade, e Nirvan criou a Imagination.org, para incentivar a criatividade em mais crianças ao redor do mundo.

A Cultura Maker

A cultura maker é o movimento que propõe colocar a criança e o adolescente no centro de suas criações, sendo os protagonistas e principais responsáveis por tornar seus projetos em realidade.

Por isso, os principais desafios e estímulos são descobrir, experimentar, testar, criar e fazer. Ou seja, é o famoso “Faça você mesmo”, que vem do inglês “Do it Yourself” – o DIY.

Ela é uma vertente do Movimento Maker, que tinha a principal proposta de fazer reparos e modificações sem precisar sair de casa, com itens, objetos e ferramentas que você já possui e que poderiam ser reaproveitados – sem a necessidade de assistência técnica ou suporte especializado!

Assim, a Cultura Maker incentiva e estimula pessoas de diferentes faixas etárias a pensar nos problemas do seu cotidiano e encontrar soluções para eles, as quais eles mesmo propõem e realizam! 

Dessa forma, a criatividade e a imaginação são essenciais e fundamentais, além de serem as principais habilidades desenvolvidas nas crianças que são inseridas nesta cultura desde pequenas – afinal, a cultura maker desenvolve uma série de outras habilidades que ficam nos pequenos e possuem efeitos a longo prazo.

As crianças criam seus próprios brinquedos e jogos, são os agentes de suas próprias criações! Dessa maneira, eles podem brincar e deixar tudo do seu jeito, com a sua cara!

A Cultura Maker no Fliperama do Caine

Caine, com apenas 9 anos de idade, deu vida a um fliperama inteiro sozinho – apenas usando caixas de papelão e fita adesiva. Tudo a partir de seu gosto e amor por fliperamas e a vontade de ter um próprio.

Por isso, Caine criou e montou seu fliperama, projetou jogos diferentes e colocou seus projetos em prática, ajustando e os arrumando de acordo com a dificuldade.

E tudo isso usando materiais do dia a dia que ele encontrou na loja de seu pai! Ou seja, ele reutilizou diversos materiais, ferramentas e utensílios!

Um grande exemplo disso é a máquina de garra criada por ele, com um barbante e um anzol para pegar os prêmios. 

Outro exemplo é Caine colocando pequenos bonecos de brinquedo no jogo de futebol para aumentar a dificuldade de marcar um gol!

Assim, o garoto ia adaptando seu fliperama e criando novos jogos e máquinas a partir dos materiais que encontrava!

Um universo maker para descobrir

Caine é um grande exemplo da atuação da cultura maker, e se insere em grande parte nela. Ele imagina, cria, pensa e dá vida aos seus projetos e ao seu fliperama.

Ele é o principal responsável pela criação de jogos de seu arcade, de forma que todos sejam personalizados e recebam um toque de seu criador.

E que tal explorar mais desse Universo Maker?

Ao inserir o seu filho nesta cultura, você promove o desenvolvimento de diversas habilidades nos pequenos, que possuem efeitos a longo prazo. E tudo isso da melhor maneira: brincando e se divertindo!

Por isso, o Universo Maker te ajuda em todos os processos! Com jogos e brinquedos para todas as idades, você ajuda seu filho a criar todos eles, além de personalizar com a cara de seu pequeno.

Então, venha explorar e descobrir ainda mais esse Universo Maker! Confira nossa loja e encontre o melhor brinquedo para seu filho!

Clique para avaliar o conteúdo
[Total: 0 Média: 0]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *